Busca de notícias


Incluir vídeo

Cadastre aqui o seu email e receba novidades

















O Mito da Motiv_Ação



Foi no início do século XX que se observou uma relação direta entre produtividade no trabalho e motivação pessoal.
Atualmente sabe-se de pelo menos uma centena de teorias sobre a motivação humana. Na prática aplicam-se apenas uma dezena delas para melhorar o desempenho das pessoas nas mais diversas atividades profissionais. Mesmo assim, as pessoas apresentam desempenho abaixo do esperado.

Afinal, motivar pessoas é garantia de produtividade? O que se entende por motivação?
Há evidências de que pessoas motivadas tem capacidade de assumir desafios, superar obstáculos, romper limites e atingir objetivos. Esse conjunto de fatores: objetivos, limites, obstáculos e desafios quando gerenciados com foco na atividade profissional elevam a produtividade.

O que se deve considerar é que a motivação é um fator interno de cada pessoa, isto é, o que é motivador para um pode não ser para outro. E, mais ainda: o que motiva uma pessoa hoje pode desmotivá- la amanhã! Mas, por que isso ocorre?

Porque as pessoas funcionam com base em dois parâmetros: satisfação e insatisfação. Quem está satisfeito pode ser produtivo e manter-se motivado por um tempo, mas logo que tenha atingido sua meta ficará insatisfeito!
Portanto,uma pessoa sente-se realizada quando termina com sucesso seu trabalho, recebe reconhecimento pelo que fez, porque agiu de forma responsável consigo mesmo e com os outros. Percebe que teve desenvolvimento pessoal e abriu uma possibilidade de crescimento profissional.

Como que, quando e de que forma as organizações de trabalho sinalizam isso?
Para manter pessoas motivadas é preciso saber como que, quando e de que forma os estímulos dados são recebidos e interpretados.

Também é importante lembrar que na maioria das organizações as pessoas produzem em conjunto com equipes de trabalho. Como manter equipes motivadas se as pessoas que a compõe são diferentes? Ter um foco e um objetivo comum onde um e todos ganham algo!

No mundo globalizado é possível para uma única pessoa gerenciar toda a informação, deter todo o conhecimento, administrar a sustentabilidade e garantir a produtividade sozinha? Certamente que não! Então produzir impõe partilhar, dar e receber estímulos, num fluxo contínuo.

Pessoas comprometidas e motivadas recebem estímulos diferenciados que vem do seu meio. A supervisão imediata é responsável pelos estímulos diretos. As políticas empresariais que valorizam e incluem as pessoas também trazem efeitos motivacionais. Condições de trabalho em um o ambiente organizacional saudável que valorize relações interpessoais éticas sem dúvida criam um clima favorável. O retorno financeiro, simbolizado pelo salário, afeta a quantidade de energia que as pessoas investem na realização de suas atividades profissionais.

A saúde física e psicológica global inclui satisfação na vida pessoal e na profissional. Esse é, sem dúvida, o núcleo motivacional da pessoa.

Quando você se perguntar para que e para quem esteja trabalhando obterá as respostas para o que motiva as pessoas.

Então, o que motiva você?

- O Mito da Motivação é acreditar que é possível motivar pessoas, todo o tempo, o tempo todo.

- O que se pode fazer é oferecer condições diferenciadas que sirvam de estímulo para que as pessoas sintam-se motivadas.

- Criar “novidades” para o gerenciamento comportamental das pessoas é a chave do sucesso organizacional.

- Criatividade e inovação nos treinamentos para o desenvolvimento de pessoas é a especialidade da autora desse artigo.

Entre em contato e saiba com o que, quando e de que forma os treinamentos comportamentais podem fazer da sua organização um sucesso!

Carmen Maurer Simon Chiocca
Psicóloga do Trabalho- Arte terapeuta- Coaching



Vaf-Id